ūüíö TIPOS DE BEAKERS

/div>

Tipos de BEAKERS

/div>

Existem quatro tipos principais de recipientes e s√£o classificados pela sua forma:

  • Os copos padr√£o conhecidos como o copo Griffin s√£o copos mais baixos e a sua altura √© de aproximadamente 40% do seu di√Ęmetro.
  • O copo mais alto √© conhecido como o copo de Berzelius. √Č fino e a sua altura √© o dobro do seu di√Ęmetro.
  • O terceiro tipo √© um recipiente plano chamado cristalizador. Enquanto muitos copos ter√£o marcas, os copos cristalizadores geralmente n√£o ter√£o marcas de medi√ß√£o.
  • O quarto tipo √© o copo Phillips. Embora o Philips possa parecer um copo Griffins com um exame mais detalhado, ver√° que as paredes de um Philips s√£o inclinadas e graduadas em direc√ß√£o √† boca do copo, pelo que a boca do copo √© mais estreita do que a sua base.

Outra distinção importante que pode ser negligenciada é o nível de resistência ao calor dos diferentes recipientes de copo. Alguns recipientes são resistentes ao calor e permitem que os produtos químicos sejam aquecidos e fervidos, enquanto outros recipientes medem predominantemente líquidos frios.

Encontrar o copo de que necessita na Amazon Estados Unidos, Reino Unido e Canadá Online ao melhor preço

Os copos t√™m o seu uso prim√°rio. Os copos Griffin e Philips manipulam a maior parte do uso di√°rio no laborat√≥rio com tarefas de medi√ß√£o, conten√ß√£o, mistura e decanta√ß√£o no processo de laborat√≥rio. O copo Berzelius √© utilizado para experi√™ncias de titula√ß√£o onde as solu√ß√Ķes s√£o misturadas para gerar resultados. Os copos de forma plana s√£o utilizados para aquecer banhos quentes.

Os copos de pl√°stico s√£o utilizados especificamente para an√°lise gama espectral e experi√™ncias semelhantes. Pode ser errado usar marcas para medi√ß√Ķes precisas, mas um cilindro ou frascos graduados s√£o usados para gerar medi√ß√Ķes precisas.

Griffin Cup

Os copos standard s√£o tamb√©m chamados “forma baixa” e t√™m uma altura de aproximadamente uma vez e meia o di√Ęmetro. O copo de forma baixa foi inventado por John Joseph Griffin, pelo que √© frequentemente referido como um copo Griffin.

O objectivo de copos como estes pode variar desde a prepara√ß√£o de solu√ß√Ķes e l√≠quidos decantadores at√© √† realiza√ß√£o de reac√ß√Ķes simples. Um copo padr√£o pode ser utilizado em quase todas as experi√™ncias qu√≠micas.

Os copos Griffin caracterizam-se pela sua forma baixa e oferecem uma excelente resist√™ncia mec√Ęnica e durabilidade, ao mesmo tempo que proporcionam uma elevada resist√™ncia ao ataque qu√≠mico e ao choque t√©rmico. T√™m sido um elemento b√°sico em laborat√≥rios de investiga√ß√£o durante muitas gera√ß√Ķes.

P>Bico de bico, espesso, em forma de sino, com uma bica concebida para ter excelentes características de verter.

As propriedades mec√Ęnicas e t√©rmicas melhoradas resultam do desenho uniforme da parede lateral e da espessura do fundo

Suitable for use on a heating plate

Todos os tamanhos têm uma área de marcação de acabamento mate durável para utilização com um lápis comum

√Č fornecida uma escala graduada branca de f√°cil leitura para medi√ß√£o e/ou mistura de l√≠quidos em todos os tamanhos de 20 a 4000 ml.

Copo de Berzelius

O copo alto estilo Berzelius está disponível numa variedade de tamanhos 100-, 200-, 300-, 300-, 400-, 500- e 600- mL e 1-L.

Os copos altos estilo Berzelius s√£o geralmente cerca do dobro da altura da largura, e s√£o frequentemente utilizados em opera√ß√Ķes de titula√ß√£o.

Cada tamanho tem uma √°rea de marca√ß√£o extra grande e cumpre as normas E960 da Sociedade Americana de Engenharia Mec√Ęnica.

Os recipientes de precipita√ß√£o s√£o utilizados para medi√ß√£o, testes de qualidade, amostragem e investiga√ß√£o, e em aplica√ß√Ķes laboratoriais em qu√≠mica, educa√ß√£o, investiga√ß√£o e aplica√ß√Ķes das ci√™ncias da vida. T√™m gradua√ß√Ķes impressas em serigrafia, pico de escoamento e √°rea de marca√ß√£o extra-grande.

Tumbler plano

Bécimes planos são também chamados cristalizadores porque são os mais populares para induzir a cristalização. Contudo, são também utilizados para aquecer banhos quentes.

Classificação de copos precipitados por capacidade e volume (50, 100, 250, 500, 600 e 1000 ml)

Glass 50 ml

Os copos de forma baixa da Griffin podem ser autoclavados a 121¬įC (250¬įF) e colocados no microondas.

As gradua√ß√Ķes num√©ricas altas mostram um volume aproximado (¬Ī 5%). Empilhar sem colar.

Os copos cumprem as especifica√ß√Ķes ASTM E-960 Tipo I para classifica√ß√£o, desenho, capacidade e dimens√Ķes, e marca√ß√Ķes.

Estes copos apresentam bicos de f√°cil despejo, gradua√ß√Ķes brancas permanentes, e grandes quadrados de marca√ß√£o. Fabricados com uma espessura de parede uniforme resultando no equil√≠brio √≥ptimo entre resist√™ncia ao choque t√©rmico e resist√™ncia mec√Ęnica.

Gradua√ß√Ķes de capacidade Altura Superior D.O.D.

50 ml Cada 10 ml 48,3 mm 50,8 mm 40,6 mm

Vidro 100 ml:

Os copos em forma de grifo podem ser autoclavados a vapor a 121¬įC (250¬įF) e colocados no microondas.

Gradua√ß√Ķes de capacidade Altura Superior D.O.D.

100 ml Cada 25 ml 66,0 mm 64,0 mm 50,8 mm

Vidro 250 ml:

Gradua√ß√Ķes num√©ricas altas mostram um volume aproximado (¬Ī 5%). Pilha sem colar.

Gradua√ß√Ķes de capacidade D.O. Superior Altura D.O. Inferior

250 ml Cada 50 ml 69,0 mm 83,8 mm 66 mm

Vidro 600 ml:

Os copos de polipropileno de baixa forma podem ser autoclavados a 121¬įC (250¬įF) e colocados no microondas.

Gradua√ß√Ķes de capacidade Altura D.O. Superior D.O. Inferior D.O.

600 ml Cada 50 ml 69,0 mm 83,8 mm 66 mm

Vidro (polipropileno) 1000 ml:

Os copos de polipropileno de baixa forma podem ser autoclavados a 121¬įC (250¬įF) e colocados no micro-ondas.

1000 ml Cada 200 ml 152,4 mm 127 mm 101,6 mm

Classificação de copos precipitados por material de fabrico (Copo de Borosilicato, Normal e Sem Medida)

Os copos v√™m em v√°rios materiais. Em geral, os copos de vidro t√™m maiores toler√Ęncias qu√≠micas e de temperatura, e s√£o mais f√°ceis de esterilizar.

Os copos de pl√°stico s√£o mais seguros (pouco ou nenhumas rupturas), mais leves, mais f√°ceis de armazenar, e menos caros.

Os copos de metal s√£o seguros, mas s√£o opacos e tendem a ser caros.

Taça de vidro: O material mais comum é o vidro borosilicato, que tem um baixo coeficiente de expansão, excelente desempenho térmico e alta resistência ao ataque químico. Pyrex (Corning) e Kimax (Kimble) são marcas de vidro borosilicato.

Os produtos químicos podem ser abrasivos e quando se utiliza vidro é importante remover qualquer resíduo para proteger o vidro, as normas e a qualidade.

Procura de solu√ß√Ķes de limpeza adequadas para assegurar que o processo de limpeza seja bem sucedido na prepara√ß√£o dos copos e dos vidros em geral para reutiliza√ß√£o.

Se for escolhido o líquido de limpeza correcto, devem ser escolhidos os discos e as escovas de limpeza correctas para proteger o vidro de escovas e discos de limpeza abrasivos que também podem afectar o vidro.

Pl√°stico: Alguns pl√°sticos comuns em propriedades de copo e copo s√£o etileno-clorotrifluoroetileno ECTFE transl√ļcido, excelente resist√™ncia qu√≠mica, resist√™ncia a baixas temperaturas; Halar √© uma marca Solvay Solexis).

Semi-opaco PE polietileno, excelente resist√™ncia qu√≠mica, resist√™ncia a baixas temperaturas, PMP polimetilpenteno transparente, excelente resist√™ncia qu√≠mica, temperaturas at√© 150¬ļC, autoclav√°vel.

TPX √© uma marca da Mitsui Chemicals, Inc., polipropileno semi-opaco (PP), resist√™ncia qu√≠mica superior, temperaturas at√© 121¬įC, autoclav√°vel, ou politetrafluoroetileno PTFE semi-opaco ou opaco, resist√™ncia qu√≠mica significativa, temperaturas at√© 260¬įC; Teflon √© uma marca da DuPont.

Special atenção deve ser dada às propriedades específicas de qualquer plástico utilizado.

Metal: Estas ch√°venas s√£o opacas, leves, dur√°veis e f√°ceis de limpar. Os copos de alum√≠nio podem ser aquecidos at√© 340¬įC; os copos de a√ßo inoxid√°vel s√£o seguros at√© 550¬įC.

Tópicos relacionados

p> Como usar o copo e Leer M√°s / Leia Mais>/div>>>/div>

>div>>p>Uso do copo √Č um Leer M√°s / Leia Mais/div>
>div>>>p> O que é um copo ? A Leer Más / Leia Mais>/div>
p> Preço em dólares do Laboratório Leer Más / Leia Mais/div>
div>

História e Origem do Baker Leer Más / Leia Mais

Características do BEAKER Laboratório Os copos vêm Leer Más / Leia Mais

Outros Materiais e Instrumentos de Laboratório na ALPHAPEDIA

p>Image and Drawing of Simple Laboratory Leer M√°s / Ler Mais>/div>
p>TANITA Balanças e Outras Marcas em Leer Más / Ler Mais>/div>>
p>O que é um Laboratório Inoculating Loop Leer Más / Ler Mais>/div>>
p>Image of Precision Balance Other Images Leer M√°s / Ler Mais>/div>>>/div>>

>p>Image and Photo of the Industrial Leer M√°s / Ler Mais/div>>>/div>>>div>>>p>Image of Distillation Equipment or Ballon Leer M√°s / Leia Mais

Outros Tópicos de Interesse em ALFAPEDIA

div>>p>A engenharia ambiental est√° preocupada com o Leer M√°s / Leia Mais>/div>
p> Na mitologia grega e romana é Leer Más / Leia Mais/div>
p> O que é a Arte ? Arte vem Leer Más / Ler Mais>/div>
p>6 Passos Fáceis para Limpar Camurça Leer Más / Ler Mais/div>>>/div>

div>>p>Sign language is a method of Leer M√°s / Ler Mais/div>

Taxes referem-se à prática de Leer Más / Read More

>/div>

Beaker Image

Pre√ßos e disponibilidade podem diferir dos publicados / Updated 2021-02-08 / Links de Afilia√ß√£o / Imagens s√£o propriedade da “Amazon Product Advertising API”.Los precios y la disponibilidad pueden ser distintos a los publicados / Actualizados el 2021-02-08 / Enlaces de Afiliado / Las im√°genes son propiedad de “Amazon Product Advertising API”.

Resumen / Summary
Título / Nome do artigo
TIPOS DE BEAKERS
Descripción / Description
Tipos de Bebidas Laboratoriais
Autor / Autor
Juan Carlos Franco
Autor / Nome da editora
ALPHAPEDIA
Logo / Logotipo da editora

/div>

/div>>/div>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *